Suficiente

O seu rosto vibra
O seus olhos brilham
E debaixo de tudo, você sofre
Você se entregou e agora já era
Não pode voltar atrás

Não me diga que estava fora de si

Não se arrependa
Agora é daqui pra frente
Não mude, não chore e não se entregue
Sobreviva com meus pedaços
Com o que sobrou
Com o que você achou no chão.
Que seja suficiente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, crítica ou sugestão! Volte Sempre!