Re-começo

Minha cabeça confusa me enganou outra vez
E percebi que estava no caminho errado
Vários erros e muito tempo perdido
Já deveria ter percebido meu propósito

Você às vezes não perde o controle?
Acho que acontece com todo mundo
Atire pedras, mas não acerte minha consciência
Agora ela está no seu devido lugar

Falta saber se o mundo vai aceitar
E se Deus vai perdoar
De joelhos me rendo
Com lágrimas que provocam um dilúvio

Recuperei-me interiormente
E sinto que agora vou crescer
Vou entender que o crescimento não é singular
E entender o completo propósito da vida.

(Não se preocupe, não era pra você entender mesmo)

Minha Jane

Sempre esteve aqui e era comum
Tão delicada e dedicada
Tinha minha confiança e sempre que possível minha companhia
Sempre juntos no fim da tarde
No momento frio e no momento infernal
Sempre presente e sempre fazendo falta


Hoje ela foi pra longe
Será que vai voltar?
Se não voltar eu vou atrás
Eu sei que sem ela eu não fico
Eu sinto falta, eu morro e quase choro por ela

Mas volta logo! Porque aqui ficou sem graça
Sem vida e sem a sua inteligência
Meu dicionário, minha conselheira e tangedora
Meu amor, minha tia e minha Jane

(Dedicado a Tia Jane, que passa algumas temporadas na Europa.)