Saudade

Sabe quando o seu coração aperta?
Quando a dor se torna visível e preocupante?
E qualquer ação não é suficiente?
E quando o subconsciente não dorme?
Quando você escuta uma voz que não existe?
E sonha com lugares que não conhece?
Você está morrendo de saudade

Um vazio, uma dor e um aperto
Chorar não é suficiente
A saudade machuca e só você sente
Um momento que sua mente não entende
E parece que nunca vai passar

Saudade é o amor invadindo sua mente
Pode durar ou se perpetuar
A saudade trás o passado
O velho gosto vem à tona
Os costumes se revelam novamente

Quando sentir saudade
Pare de pensar
Sinta o futuro
Respeite seu coração
Poupe lágrimas
Aqueça suas mãos
Respire fundo
Em meio à saudade, o melhor é voltar ao mesmo lugar
Cantar as mesmas canções
Deitar, nos mesmos abraços
E se tornar a mesma pessoa

A saudade não passa de um sentimento injusto e cruel
Que tenta nos derrubar
E abre nossos olhos para as lágrimas

A saudade não se define com palavras
E só entende, quem morre sentindo.

4 comentários:

Anônimo disse...

Maravilhosooo... Adoramos...

by: Nath & Lôh

Anônimo disse...

Liindo poema!

F.Gardez disse...

Grande poeteiro.

Gabriela Santiago disse...

amei, muito lindo! :)
vc é o cara, huheuhe

Postar um comentário

Deixe seu comentário, crítica ou sugestão! Volte Sempre!