Assim

Um fragmento de cultura, com tons de cinza e pingos de vida. Destinado a ser criativo e artístico. Em casa, poucos livros, muitos filmes e tanta solidão alegre. A musica que passa nas veias, e nunca para de pulsar, como se fosse um "Paradise", ou um Anjo Mais Velho. Em tudo se completa a riqueza que falta no bolso, sobra na voz, no sorriso e na amizade. Por isso eu amo, e sempre fiz isso, mesmo sabendo que é arriscado, mas o que não é? Prefiro olhos morenos e cabelos loiros, prefiro pele no frio, na beira de qualquer água. Prefiro a chuva, o gelo, a serra. Sou fã de tantas, não escolho nenhuma, é fase, é sentimento, são musicas apenas. Elas levam e trazem alguém. Eu escuto e escrevo, exatamente como fiz agora

Amizade


É só mais um caso de amizade
Pois de amor não é
É só uma amizade que eu clamo
Vem me amar em amizade
Vem conhecer um amigo talvez
Conhecer-me mais, atirar seu charme amigo

Não confunda isso
Seja amiga, eterna e só
Não vamos envolver amor demais
Só ao ponto de amar
Não ao ponto de se entregar
Seja assim ou não seja nada

Carnaval


Se quiser me achar
Eu aprendi a sambar
Me procura no carnaval
Como quem faz uma canção
Como quem toca violão
Me encolhi em outras mãos

Você não vai procurar
Na multidão me perdi
Vem me achar, pra gente sambar.

Em um celular


Não me encontre mais
Me tire do seu mapa
Não procure salvar-se aqui
Eu não estou pra você
Me tire dos pensamentos
E me guarde na gaveta
Atrás do porta-retratos
Ou em qualquer lugar da casa
Quando eu vibrar, não me ache.
Pois logo eu fico calmo
Já estive em suas mãos
O excesso de uso me cansou
Hoje prefiro sozinho e perdido
Você vai ficar pra trás
De tudo que está por trás
Ficou gravado em mim seu nome
Até seu numero
A imagem do rosto cansado de mim
Não faça questão de nada
Realize seu sonho em me trocar
Eu estou disponível pra mim
É em mim que eu me deito
Descanso e desapego
Pois você não me segurou
Não me encostou em ti
Nem pra ouvir e nem pra falar
Apenas me usou como quis
Agora eu vou ser de outro
Vibrar em outras mãos
Cantar alto em vários tons
Tons de cinza, em preto e branco
Em cima de qualquer estante
Seja acesso ou apagado
Seja vivo, seja claro.


Em falta



Hoje eu não estou em mim
Não estou no sorriso
E não sinto nada bom
Hoje estou em falta contigo
Em falta comigo
Em falta com o amor

Calçada


Adoro um lugar diferente
Gosto de confiar em você
Entregar minha semana na tua agenda
Procurar pela praça os seus cabelos
E cansar de procurar

Evitar teus olhos é doloroso
Quando a gente sobra
Faltam palavras
O ar é ar e efeito
Eu perco o chão ali na calçada
Na calçada de tantos flash’s
De tantas perseguições, olhares e
Detetives procurando um coração fugitivo
Um coração seu.

Ame



Amor, eu esperei tanto por você.
Porque não toma seu lugar de vez?
Ame tudo em mim
Onde há medo, ame.
Agora, você já tem quem amar.
As imagens já estão coloridas
As crianças já podem pular de alegria
As ruas estão calmas e tranquilas
Ame, em qualquer tempo.
Pois chegou sua vez
É só amar, então ame.
Esperei tanto por isso
Ame pela primeira vez
Ame maior que tudo
Ame como nunca
Ame apenas uma
Apenas aquela
Ame a minha, a amada.
Aquela que sempre me amou
Ame!

Meu amigo


Eu descanso
Em um abraço
Fora de mim
Com todo refrigério


Um conforto
Uma paz
Que enche, transborda
Completamente puro


Não há fidelidade
Eu, desonesto e impuro
Me derramo em ingratidão
Para novamente, chorar e pedir teu abraço


Não há mágoa
Você, fiel e justo
Recebe-me novamente
E faz de mim, uma nova oportunidade
e preenche a angustia com santa intimidade.


Meu amigo

Como vai você?


Como vai você? Ouvi dizer que sempre vai
Onde estão seus passos?
Sua voz parece a mesma
Seu futuro ainda é o nosso
Seu olhar de tristeza
Sua cor preferida ainda é a nossa
Mas como vai você? Que se esconde, em um romance qualquer
Ouvi dizer que continua indo, linda
Pensando em viver, cheia de si e tirando-me de ti.

Ame em mim


Tire-me daqui
Faça-me sentir
Deixe-me leve
Pequeno, nos braços.

Use meus braços
Pernas e cabelos
Faça-me grande
Feliz, constante.

Conquiste-me a noite
Deite-se em mim
Veja-me em sonhos
Avenidas, pensamentos.

Perca-se comigo
Ame, apenas um.
Apenas aqui
Apenas em mim.

Paraíso


Musica que indico para ouvir enquanto ler: Los Hermanos - Morena
Eu sempre passo por lá
Tem algumas árvores
Folhas no chão
O clima lá sempre é agradável
As ruas estreitas, piso molhado.
As crianças correm
Os velhos passam seus últimos dias
Encolhidos em suas cadeiras
Elas balançam e embalam um grande sorriso
Não escuto ruídos de carros
O céu é mágico, como nunca vi.
Todos parecem satisfeitos,
Mas também! Ali é o paraíso.
O lugar aonde o mundo não chegou
Lá não se ouve falar em dinheiro
E não há tantos problemas
As casas são pequenas
Cobertas por folhas
Folhas de laranjeira, mangueira ou figueira.
Não sei, mas o cheiro se mistura com o café fresco.
Os casais se amam e antes que escureça
Deitam-se na grama
Só pelo prazer de sentir o vento que nunca para
As mãos sempre juntas
Em um momento eterno.
As crianças crescem,
Com tanta saúde
Nunca abandonam o ‘’paraíso’’
Pois assim que costumo chama-lo
Paraíso, o lugar onde eu vi tantos sorrisos.
E vi tantos amores,
Como turista eu me via deslocado
Poxa, o paraíso! Menos pra mim
Pois não era meu lugar
Mas não deixava de ser o paraíso
Pois meu lugar é aqui
Lugar de pessoas normais
Que não conhecem tantos sorrisos
Que não enxergam tanta graça
Que amam o dinheiro
Odeiam pessoas
E choram mais do que se alegram.



Brand New Start

Musica que indico para ouvir enquanto ler: Little Joy - Brand New Start
Ah! Jogue tudo para o alto
Espalhe as cartas e tire toda a poeira
Se desmanche, e mude.
Deixe algumas coisas para trás
E manipule seu futuro
Pois já me disseram
A vida é o tempo que a gente tem
É isso! Só isso.
Deixe algumas vontades
Adquire alguns desejos
Saiba escolher e selecionar
Amizades, lugares e palavras.
Não deixe de chorar
Evite magoar
Multiplique as opções
E escolha a melhor
Isso faz parte da felicidade
Saiba viver, e conviver.
Pois quem vai te fazer feliz
É você mesmo.
Não espere muito
Fique atento, esperto, acordado.
Pratique a felicidade
Mostre seu sorriso
Esconda as lágrimas
Novamente, não deixe de chorar.
Ficar sensível não é pecado
Faça valer a pena
Saiba que alguém te enxerga
Alguém te escolheu
E seja feliz por isso
Mas lembre-se
Você precisa se escolher
Alguém naquela multidão
Levantou os olhos
E com muita dificuldade te viu
E nesse momento o mundo parou
Pois você é importante
Você inspira e brilha
Você é como uma canção para alguém
Você já fez alguém chorar de tanto rir
Então não é tão ruim quanto pensa
Lembre-se disso:
Você já foi, é, ou ainda será a alegria de alguém.